• Precisa de ajuda para encontrar algum conteúdo?

Ilse Vivian

Ilse Vivian

Ilse Vivian

 

É doutora em Teoria da Literatura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, com estágio de doutoramento na Universidade de Coimbra. Em 2014, defendeu a tese A poética da memória: uma leitura fenomenológica do eu em Terra sonâmbula e Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto. É mestre em Letras pela PUCRS, com a dissertação Estudo do discurso ideológico da personagem em Vícios e Virtudes, Helder Macedo (2002).  

Integra o Grupo de Trabalho de Literatura Portuguesa da ANPOLL, o Grupo de Trabalho de Literatura Portuguesa Contemporânea da ABRALIC e os Grupos de Pesquisa “Literatura e autoritarismo” (UFSM/CNPq), “Figuras da Ficção” (Centro de Literatura Portuguesa) e “Trânsitos teóricos e deslocamentos epistêmicos: feminismo(s), estudos de gênero e teoria queer” (UFSM/CNPq).  

Algumas  publicações são: “O imaginário da memória e a realidade da narrativa ficcional.” In: Imaginar: uma constelação de estudos sob a ótica do imaginário (Navegando Publicações, 2019); “O inventário das coisas ausentes: memória, diáspora e decolonização na Literatura Brasileira Contemporânea” (Revista Antares, v. 11, 2019); “O problema da personagem: as identidades e o ser-no-mundo em Um rio chamado tempo, uma casa chamada terra, de Mia Couto” (Revista Itinerários, v. 42, 2016); “A personagem-memória e a emergência do ser na poética de Mia Couto.” (Revista Gragoatá, v. 20, 2015). 

Verbetes:

Eva Lopo (A costa dos murmúrios)

Helena de Tróia (A costa dos murmúrios)